UPA de Santa Cruz do Sul supera 100 mil atendimentos em dois anos
capa

UPA de Santa Cruz do Sul supera 100 mil atendimentos em dois anos

Unidade recebe média de 180 pacientes diários, embora a capacidade seja de 150 pessoas/dia

Por
Otto Tesche

A unidade tem média de 180 atendimentos diários

publicidade

Dois anos após a inauguração, a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Esmeralda, em Santa Cruz do Sul, registrou aumento na procura nos últimos meses, chegando a uma média de 180 atendimentos diários. Mas o número de pessoas que passaram pelas instalações em um período de 24 horas já chegou a 238 pacientes. Considerada de Porte I, a capacidade de atendimento é de 150 pessoas/dia. Desde o início das atividades, 106.716 pessoas seguiram até a UPA em busca de soluções para suas enfermidades.

A unidade conta com quatro leitos de observação adulto, dois leitos de observação pediátrico e um leito de isolamento. A UPA integra a Rede de Atenção às Urgências, que faz parte da Política Nacional de Urgência e Emergência do Ministério da Saúde. No local, a equipe prioriza os casos de urgência e emergência, como preconizado pelo Ministério da Saúde. Depois de passar pelo Acolhimento e Classificação de Risco, onde é utilizada a Escala de Manchester, o paciente é encaminhado para atendimento, conforme a gravidade.

O administrador do Hospital Ana Nery, entidade gestora do local, Gilberto Gobbi, afirma que, em dois anos a UPA Esmeralda tem conseguido demonstrar a capacidade de suprir as necessidades de atendimento de urgência e emergência, dentro do conceito de qualidade e agilidade. Conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde, considerando obras e materiais, o total investido na unidade foi de R$ 3.185.082,68, sendo R$ 1.446.660,71 oriundos da União, R$ 1.119.476,78 do Estado e R$ 618.945,19 do município.