Uruguaiana apela à BRK que não corte o serviço de fornecimento d'água durante a bandeira preta

Uruguaiana apela à BRK que não corte o serviço de fornecimento d'água durante a bandeira preta

Proposta da prefeitura leva em consideração a crescente dificuldade financeira da população

Fred Marcovici

Prefeitura sugeriu que o consumidor possa quitar o débito em até 36 vezes

publicidade

A prefeitura de Uruguaiana enviou um documento à empresa BRK Ambiental, na manhã desta segunda-feira, com o pedido para que não haja interrupção no fornecimento de água, por falta de pagamento, durante a vigência da bandeira preta na cidade. O documento firmado pelo prefeito Ronnie Mello foi encaminhado diretamente ao diretor da BRK Uruguaiana, Cleber Virgínio da Silva. 

A ação foi discutida e elaborada na manhã do domingo com os prefeitos das demais cidades que pertencem à Associação dos Municípios da Fronteira Oeste (Amfro). A medida visa proporcionar mais segurança e melhores resultados no enfrentamento da pandemia. 

O texto ainda destaca que a ação tem caráter excepcional e não caracteriza perdão da dívida, e sim a suspensão do corte do abastecimento de água enquanto o município estiver com a classificação de bandeira preta. Após o período, o devedor deverá realizar o pagamento. 

A prefeitura ainda sugere à empresa que o consumidor possa quitar o débito em até 36 vezes sem cobrança de juros ou correção monetária. “No momento de extrema preocupação, que exige maior compreensão, busca-se preservar a dignidade e minimizar os prejuízos causados pela Covid-19”, destacou Mello. 

Veja Também

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895