Uruguaiana tem desfile cívico de quatro horas
capa

Uruguaiana tem desfile cívico de quatro horas

Cerca de 12 mil pessoas acompanharam as 83 representações

Por
Fred Marcovici

Escola de Samba Unidos da Cova da Onça alertou a população sobre queimadas na Amazônia e a preservação de animais

publicidade

O Desfile da Pátria de Uruguaiana foi uma maratona cívica de quatro horas. O evento começou às 9h30min deste sábado e foi concluído às 13h30min. Na abertura, por 30 minutos, as unidades militares sediadas no município, sem fazer uso de qualquer viatura, foram as primeiras a desfilarem na avenida Presidente Vargas.

A Banda do Exército da Argentina, sediada em Paso de los Libres, retornou em 2019 e foi um dos diferenciais do evento. Ao longo da via, 12 mil pessoas acompanharam as 83 representações, que incluíram militares, órgãos de segurança pública, escolas das três redes de ensino, instituições e homenageados, reverenciarem a data e a Independência.

A Unidos da Cova da Onça – Escola de Samba homenageada pelos 50 anos de fundação – transformou-se na primeira entidade carnavalesca presente nos desfiles de 7 de Setembro. A entidade aproveitou para alertar a população sobre queimadas na Amazônia e a preservação de animais – como a onça – símbolo da escola vermelho e branco.

Um grupo de educandários abordou o “bullying”, e chamou a atenção para suas causas e consequências. O Instituto Estadual Paulo Freire portou a representação de uma bandeira do Brasil em chamas, elaborada em plástico e pintura – alusão às queimadas no Norte e Centro Oeste do país.