Uruguaiana terá medidas mais rígidas para evitar aglomerações

Uruguaiana terá medidas mais rígidas para evitar aglomerações

Decisão do Gabinete de Gestão Integrada Municipal inclui ações de fiscalização e autuação em áreas de grande fluxo na cidade

Fred Marcovici

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) de Uruguaiana resolveu, em reunião nesta terça-feira, adotar medidas mais rigorosas de prevenção e combate ao novo coronavírus. A decisão deve-se ao descumprimento de regras de saúde pública por moradores da cidade, conforme relatos do secretário de Segurança e Trânsito, Roberto Cabreira, e dos promotores de Justiça Luiz Antônio Barbará Dias e Vitassir Ferrareze. As ações imediatas a fim de coibir atividades que gerem aglomerações em áreas de grande fluxo serão tomadas com a participação direta de órgãos como Guarda Municipal, Brigada Militar e Polícias Civil e Federal.

O promotor Ferrareze explicou que a meta é evitar aglomerações, redobrando os cuidados com a higiene e o distanciamento social necessário, além da exigência do uso de máscaras. Conforme o promotor Barbará Dias, também são fundamentais ações para que os supermercados cumpram na íntegra as regras de distanciamento e limite do número de clientes. 

Na próxima sexta-feira, a prefeitura vai publicar novo decreto, já constando a exigência do uso de máscaras para a população, sob pena de aplicação de multa. Também será incluída a pauta para que todos os órgãos de segurança possam realizar a fiscalização e autuação. Foi ainda sugerido no encontro o reforço no bloqueio de espaços públicos aos finais de semana em horários distintos, com maior fluxo de trânsito. A prefeitura interdita praças, parques e a orla do rio Uruguai desde março, como medida de prevenção. As ações serão intensificadas para cumprimento das normas de saúde pública, com a previsão de sanções. O município tem, até o momento, 38 casos confirmados do novo coronavírus.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895