Vacinação avança para pessoas acima dos 35 anos em municípios da região Noroeste

Vacinação avança para pessoas acima dos 35 anos em municípios da região Noroeste

Cruz Alta deu início à vacinação para adolescentes entre 12 e 17 anos

Felipe Dorneles

Em Santo Ângelo, nesta sexta-feira ocorrerá uma grande mobilização das equipes de vacinação, no CTG Os Legalistas

publicidade

Santa Rosa recebeu nesta semana 1.831 novas doses para a primeira fase de imunização e 500 doses para a segunda etapa. A vacinação com esta remessa começou nesta quinta-feira, para pessoas a partir de 36 anos. A aplicação das doses está sendo feita em todas as unidades básicas de saúde até terminarem os estoques. Também estão sendo aplicadas, de forma antecipada, a segunda dose da vacina AstraZeneca. Quem já recebeu a primeira dose da vacina há, no mínimo, dez semanas, já pode realizar agendamento em uma unidade de saúde para completar o esquema vacinal.

Em Santo Ângelo, a vacinação avança para a população acima de 35 anos. Nesta sexta-feira ocorrerá uma grande mobilização das equipes de vacinação, no CTG Os Legalistas. Das 8h às 11h serão vacinadas com a segunda dose da AstraZeneca todas as pessoas que tem agendada a aplicação até o dia 14 de agosto. Das 13h às 16h, todos os maiores de 35 anos que ainda não foram vacinados contra a Covid-19 receberão a primeira dose. No local, terá um ponto de coleta para interessados em auxiliar a Central do Bem na arrecadação de roupas, agasalhos, cobertores, alimentos não perecíveis e produtos de higiene e limpeza. As doações passam por uma triagem e serão doadas às mais de cinco mil famílias em situação de risco social cadastradas na casa solidária.

Já a prefeitura de Cruz Alta começou, também nesta quinta-feira, a vacinação para adolescentes entre 12 e 17 anos que apresentam algum tipo de doença crônica. O município recebeu 180 doses do imunizante Pfizer para aplicar em portadores e obesidade, asma e doenças congênitas, hematológicas, cardiovasculares, neurológicas e endocrinológicas, nesta faixa etária. Para receber a imunização é necessário apresentar atestado médico, exames ou receitas de uso contínuo que comprovem a comorbidade.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895