Vale do Rio Pardo escolhe turismo e agricultura familiar para receber recursos na Consulta Popular
capa

Vale do Rio Pardo escolhe turismo e agricultura familiar para receber recursos na Consulta Popular

As demandas escolhidas por quase 18 mil eleitores da região

Por
Otto Tesche

Agricultura familiar somou 10.675 votos e o turismo 5.318 no Vale do Rio Pardo

publicidade

A agricultura familiar e o turismo serão os dois projetos contemplados com recursos da Consulta Popular 2019 no Vale do Rio Pardo. As demandas contempladas com verbas do governo do Estado vão receber R$ 371.428,57 cada. Nos três dias de votação na semana passada, 17.676 eleitores participaram do processo, representando 5,79% do eleitorado da região. Destes, 10.321 votaram online, 7.934 offline e 321 via SMS.

No número de votos totais, o Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Pardo (Corede/VRP) ficou em quarto no Estado em participação, atrás apenas do Corede Médio Alto Uruguai (25.632 votantes), Corede Sul (18.855) e Corede Fronteira Noroeste (17.998). Os recursos disponibilizados pelo governo do Estado para esta Consulta Popular totalizam R$ 20 milhões e serão divididos entre as 28 regiões dos Coredes.

A agricultura familiar somou 10.675 votos e o turismo 5.318 no Vale do Rio Pardo. O presidente do Corede/VRP, Heitor Petry, destaca a mobilização dos municípios da região, apesar dos recursos serem menores em relação aos outros anos. “Foi um ano atípico, com menos tempo para se organizar tudo, bem como menos recursos disponíveis, o que poderia significar uma motivação menor, mas os Comudes se esmeraram e foram atrás de votos para garantir a votação mínima”, disse Petry.

A Consulta Popular será um dos temas da reunião mensal do Fórum dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento do Estado do Rio Grande do Sul na quinta-feira, na sala 5328, bloco 53 do campus da sede da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). O 9º Seminário Internacional de Desenvolvimento Regional contará com a representação dos 28 Conselhos Regionais de Desenvolvimento do Estado do Rio Grande do Sul, bem como da diretoria executiva e presidentes dos Comudes do Corede Vale do Rio Pardo.