capa

Vandalismo suspende vacinação em unidade de saúde em Esteio

Disjuntor elétrico foi danificado e a falta de refrigeração provocou a perda de todo o estoque de vacinas

Por
Fernanda Bassôa

Disjuntor elétrico foi danificado e a falta de refrigeração provocou a perda de todo o estoque de vacinas

publicidade

Um ato de vandalismo ocorrido durante o final de semana na Unidade Básica de Saúde Juan Pio Germano, na Vila Ezequiel, em Esteio, deixou a unidade completamente sem energia elétrica. O fato provocou a perda de todo o estoque de vacinas e, por isso, o atendimento neste setor está temporariamente suspenso. De acordo com a Prefeitura de Esteio, o disjuntor elétrico que fica na parte externa do prédio, mais especificamente na calçada, foi danificado, assim como parte da fiação que estava exposta e o aparelho refrigerador. 

A Secretaria da Saúde informa que os danos e prejuízo financeiro chegam a R$ 3,8 mil e que já está repondo o lote de vacinas. A prefeitura ainda explica que providencia o conserto e a readequação do local.

Assim como nas outras cidades da região, quando o governo federal lança a Campanha Nacional de Vacinação, Esteio vai oferecer doses da vacina em todas as unidades básicas de saúde (UBSs). De acordo com a prefeitura, de 10 a 19 de abril, a imunização contra as influenzas A/H1N1, A/H3N2 e B será destinada exclusivamente a crianças de seis meses a menores de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas (mulher que deram luz há 45 dias). Depois, de 20 de abril a 31 de maio, além das crianças da faixa etária citada, poderão se vacinar idosos, indígenas, profissionais da saúde, professores das escolas públicas e privadas, pessoas privadas de liberdade (dentre eles adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas), profissionais do sistema prisional e pessoas com doenças crônicas. No Dia D de vacinação, 4 de maio (sábado), as UBSs estarão abertas das 8h30min às 17h, sem fechar ao meio-dia, para aplicar a imunização.