capa

Vigilância de Sapucaia do Sul captura 450 escorpiões amarelos em seis meses

A espécie foi encontrada nos bairros Piratini e Três Portos

Por
Fernanda Bassôa

O escorpião tem pernas e cauda amarelo-claras e o tronco escuro

publicidade

Em seis meses – de novembro de 2018 a abril de 2019 – equipes da Prefeitura de Sapucaia do Sul realizaram a captura de 450 escorpiões amarelos. Os animais, extremamente nocivos à saúde, foram encontrados nos bairros Piratini e Três Portos. Por isso grupos da Vigilância Ambiental, formados por biólogos e agentes de endemias, fazem semanalmente incursões noturnas monitorando especialmente bueiros e redes elétricas destas regiões. De acordo com o Executivo, depois de capturados, os escorpiões são encaminhados ao Estado, para o Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS). Alguns são recolhidos à sede da Vigilância Ambiental para uso nas atividades educacionais. 

O prefeito Rogério Linck diz que o municípo tem se preocupado em reforçar as atividades, palestras e alertas nas escolas. “As crianças apresentam menos resistência a um eventual ataque, por isso tanta preocupação com este grupo.” Entre as orientações disseminadas em sala de aula estão os cuidados para evitar o aparecimento do animal, como a limpeza de pátios, vedação de ralos, caixas de gordura e frestas, além de manter os móveis afastados das paredes. Desde que foi registrada a presença do escorpião na cidade, no final de 2018, a vigilância tem trabalhado na sua captura e controle, evitando sua proliferação. 

A secretária municipal de Saúde, Roberta Bazzo, explica que o escorpião-amarelo vem expandindo sua área de ocorrência no Brasil, principalmente por conta da movimentação de cargas de alimentos. “Pedimos a atenção da comunidade, em especial quando vão a supermercados e fruteiras. É preciso que todos estejam atentos.” O animal apresenta veneno perigoso, podendo levar a óbito, principalmente entre crianças, idosos e pessoas debilitadas.  Em caso de acidente, a pessoa deve ser encaminhada com urgência para a Fundação Hospital Municipal Getúlio Vargas, que já conta com soro disponível. Quem avistar o escorpião-amarelo deve informar a Vigilância pelos telefones (51) 3451-0624 e (51)3452.6119.

Características

O escorpião amarelo tem por característica pernas e cauda amarelo-claras e o tronco escuro. Tem comprimento de até 7 centímetros. O veneno é injetado por um ferrão na ponta da cauda. Ele tem hábitos noturnos, permanecendo escondido durante o dia em locais úmidos e escuros. A principal medida para evitar a presença do animal é a limpeza periódica de terrenos.