Abastecer com etanol só vale a pena em São Paulo e outros 4 Estados
capa

Abastecer com etanol só vale a pena em São Paulo e outros 4 Estados

No Rio Grande do Sul não vale a pena utilizar o álcool

Por
Alexandre Garcia / R7

Análise considera que abastecer com etanol só vale a pena quando o valor do combustível custar menos do que 70% do preço cobrado pela gasolina

publicidade

O preço médio cobrado pelo litro da gasolina ficou 0,16% mais caro nos postos brasileiros nesta semana. Apesar da alta, a escolha pela gasolina segue a melhor opção no território nacional e abastecer com etanol só vale a pena nos estados do Mato Grosso, Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Paraná, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A análise considera que abastecer com etanol só vale a pena quando o valor do combustível custar menos do que 70% do preço cobrado pela gasolina, já que o veículo com álcool gasta mais litros para percorrer a mesma distância do que o com gasolina.

Curiosamente, os cinco estados onde o álcool combustível figura como mais vantajoso são os responsáveis pelos etanóis com preços mais baixos do território nacional.

A maior vantagem desta semana foi verificada no Mato Grosso. Nos postos do Estado, o preço médio pago pelo litro do etanol é de R$ 2,715 e o da gasolina sai por R$ 4,482. Com isso, a proporção fica em 60,4%.

Também compensa abastecer o veículo com álcool em Minas Gerais (62,4%), São Paulo (64,3%) — responsável pelo menor valor médio do etanol no Brasil —, Goiás (64,8%) e Paraná (69,6%).

O Rio Grande do Sul está entre os estados onde abastacecer com etanol é uma péssima ideia, considerando que o combustível custa 91,3% do valor da gasolina. Também é o caso de Santa Catarina (88,9%), Roraima (93,8%) e Amapá (93,5%).