Alemanha aumentará a 100% garantia sobre empréstimos a pequenas e médias empresas
capa

Alemanha aumentará a 100% garantia sobre empréstimos a pequenas e médias empresas

Ação expandirá o pacote de 1,1 trilhão de euros para apoiar a economia frente ao coronavírus

Por
AFP

Alemanha garantirá 100% dos empréstimos concedidos pelos bancos a pequenas e médias empresas

publicidade

A Alemanha garantirá 100% dos empréstimos concedidos pelos bancos a pequenas e médias empresas, expandindo o pacote de 1,1 trilhão de euros para apoiar a economia frente ao coronavírus, disseram fontes do governo nesta segunda-feira. A garantia estatal será aumentada de 90% para 100% para empresas com de 11 a 50 funcionários, para empréstimos de até 500 mil euros e de 800 mil euros para empresas maiores.

Além disso, a duração dos empréstimos será estendida de 5 para 10 anos. Essa decisão é "um forte sinal para as PMEs", afirmou a federação industrial BDI em comunicado.

Graças à garantia global do governo federal, "toda a relutância das instituições de crédito deve desaparecer para que possam conceder empréstimos o mais rápido possível", acrescentou a federação.

Desde 23 de março, já existe um sistema de empréstimos garantidos pelo banco público de desenvolvimento KfW, mas que é criticado pelas empresas, que apontam a relutância e lentidão das entidades financeiras em concordar com empréstimos em face da necessidade urgente de liquidez.

As medidas anunciadas nesta segunda-feira completam um plano histórico de resgate adotado em março e que, juntamente com a ajuda das regiões, soma 1,17 trilhão de euros, segundo um cálculo do Ministério das Finanças. Após anos de rigor orçamentário, o Estado aumentará seu déficit em 156 bilhões de euros.

Entre eles, 50 bilhões em auxílio diretos às PMEs ou profissionais independentes, como fotógrafos, artistas ou fisioterapeutas, que não podem trabalhar devido ao confinamento.