Braço de transmissão da CEEE irá a leilão com lance mínimo de quase R$ 1,7 bilhão

Braço de transmissão da CEEE irá a leilão com lance mínimo de quase R$ 1,7 bilhão

Pregão na Bolsa de Valores de São Paulo deve ser realizado no próximo mês

Aristoteles Junior / Rádio Guaíba

Braço de transmissão da CEEE irá a leilão com lance mínimo de quase R$ 1,7 bilhão

publicidade

O governo do Rio Grande do Sul fixou em pouco mais de R$ 1,698 bilhão o lance mínimo para o leilão de privatização da Companhia Estadual de Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-T). O valor, aprovado em assembleia-geral pelos acionistas da estatal, corresponde a 66,06% do capital social da empresa – parcela controlada, hoje, pelo Palácio Piratini.

Veja Também

A direção da CEEE destacou, em comunicado enviado ao mercado financeiro, que o pregão a ser realizado na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, corresponde apenas ao braço de transmissão. O setor de geração de energia na companhia, batizado de CEEE-G, também será vendido, mas ainda não teve valor definido pelos acionistas.

No último dia 31, a Equatorial Energia arrematou a CEEE-Distribuição por R$ 100 mil. A diferença entre os montantes é decorrente da situação financeira de cada um dos braços da estatal. Enquanto a distribuidora era deficitária, e demandava o aporte de R$ 1,6 bilhão no pagamento de dívidas por parte do comprador, os demais segmentos são lucrativos.

CEEE-G e CEEE-T atuavam em conjunto até a quinta-feira da semana passada, quando foi formalizado o desmembramento da antiga CEEE-GT. A expectativa é de que o edital para a realização do leilão da transmissora, que irá estabelecer a data de entrega dos envelopes com o nome dos interessados, seja lançado nas próximas semanas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895