Dólar bate novo recorde e vai a R$ 4,44 com avanço do coronavírus
capa

Dólar bate novo recorde e vai a R$ 4,44 com avanço do coronavírus

O Ibovespa registrou queda de 7,28%, aos 105.405 pontos

Por
R7

A moeda norte-americana teve alta de 1,10%


publicidade

O dólar fechou nesta quarta-feira atingindo pela primeira vez o valor de R$ 4,44. Com isso, a moeda americana renova o patamar recorde após o Carnaval, em meio ao avanço dos casos de coronavírus pelo mundo e com a confirmação do primeiro caso no Brasil.

A moeda foi negociada a R$ 4,4407, com alta de 1,10%,. O dólar começou o pregão cotado a R$ 4,4120, atingiu R$ 4,4245 e às 13h15 tinha alta de 0,66%, cotada a R$ 4,4215.

 

 

A quarta queda seguida dos preços do petróleo, a confirmação do primeiro caso de coronavírus no Brasil e o risco político devem pesar nas expectativas e deixar o Banco Central (BC) no radar, de acordo com profissionais de câmbio.

Na última sessão, na sexta-feira antes do Carnaval, o dólar interbancário teve variação positiva de 0,04%, a R$ 4,3932 na venda, mas chegou a bater a máxima recorde de R$ 4,4073 na máxima do pregão.

O BC anunciou leilão das 13h30 às 13h40 de até 10.000 contratos de swap cambial, em um total de US$ 500 milhões. A data de início dos contratos é 27 de fevereiro.


O Ibovespa registrou queda de 7,28%, aos 105.405 pontos. A Bolsa iniciou a quarta-feira com forte queda, perdendo quase 5,7 mil pontos entre a mínima do dia (108.008,17 pontos) e o fechamento de sexta-feira (recuo de 0,79%, aos 113.681,42 pontos), se ajustando ao declínio dos dois últimos dias em Nova York, de cerca de 6%, quando a B3 ficou fechada.