Dólar fecha acima de R$ 4, na maior cotação desde setembro de 2018
capa

Dólar fecha acima de R$ 4, na maior cotação desde setembro de 2018

Bolsa de São Paulo registrou perdas e o Ibovespa teve queda de 1,75%

Por
Correio do Povo e AE

Dólar fechou acima dos R$ 4, a maior cotação desde setembro de 2018

publicidade

Diante do cenário de incerteza política, o dólar fechou em alta de 0,98% nesta quinta-feira, sendo cotado a R$ 4,0357, a maior desde setembro de 2018. Na B3, a Bolsa de São Paulo, o dia foi de perdas e o Ibovespa teve queda de 1,75%, chegando aos 90.024,47 pontos. Foi o menor nível do índice no ano.

Na B3, o maior recuo foi registrado nas ações ON da Vale, que tiveram queda de 3,42%, depois da notícia de que a companhia informou ao Ministério Público de Minas Gerais sobre o risco de rompimento na Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais. 

Depois dos protestos contra os cortes no orçamento da educação e de várias derrotas do governo no Congresso, que contribuem para a perda de capital político do presidente Jair Bolsonaro, o mercado local manteve a cautela desde o início do dia. 

Os investidores acompanham as declarações de parlamentares para medir o grau de desgaste do governo no Congresso e como isso pode afetar a aprovação da reforma da Previdência, além de seguir o desenrolar de denúncias contra o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).