Governo adia até o fim do mês suspensão de benefícios do INSS

Governo adia até o fim do mês suspensão de benefícios do INSS

Ministério da Cidadania prorroga bloqueio de pagamentos para usuários do BPC que não fizeram o cadastro único

R7

Cadastro único garante acesso a programas sociais

publicidade

Uma portaria do Ministério da Cidadania prorrogou até o fim deste mês o bloqueio de pagamentos e suspensão de benefícios de usuários do INSS do programa BPC (Benefício de Prestação Continuada) que não fizeram inscrição no cadastro único.

A portaria foi publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União. O cadastro único, criado em 2019, é o que garante acesso aos programas sociais do governo federal.

O BPC é um benefício de um salário mínimo pago a portadores de deficiência e idosos de baixa renda.

Em 18 de março de 2020, por causa da pandemia de Covid-19, o prazo para inscrição foi adiado por 120 dias e diversas outras prorrogações aconteceram desde então. 

A partir do mês que vem, se não houver novo adiamento, os beneficiários do BPC precisam providenciar o cadastro para não ficarem sem recursos de programas sociais.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895