Inflação salta 0,93% em março e fura teto da meta em 12 meses, diz IBGE

Inflação salta 0,93% em março e fura teto da meta em 12 meses, diz IBGE

IPCA acumula ganho de 2,05% no 1º trimestre de 2021, e de 6,1% nos últimos 12 meses

R7

Inflação salta 0,93% em março e fura teto da meta em 12 meses, diz IBGE

publicidade

A inflação oficial de preços,  medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), disparou 0,93% em março e superou o teto da meta pré-estabelecida pelo governo no acumulado dos últimos 12 meses. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (9), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Veja Também

Com a maior alta para o mês desde 2015, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) acumula ganhos de 2,05% no primeiro trimestre de 2021 e de 6,1% nos últimos 12 meses. A variação supera o teto da meta definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para o índice oficial de preços, de 3,75%, com margem de 1,5 ponto percentual para mais (5,25%) ou para menos (2,25%). 

A variação de preços teve novamente os combustíveis (+11,23%) como o principal vilão para o bolso dos consumidores. A gasolina nos postos teve alta de 11,26%, o etanol, de 12,59% e o óleo diesel, de 9,05%.

Os dezesseis locais pesquisados apresentaram variação positiva. Porto Alegre apresentou índice de 0,95% em março, enquanto no acumulado do ano ficou em 2,06% e na variação de 12 meses a porcentagem foi de 6,36%.

O menor índice para o mês de março foi observado na região metropolitana do Recife (0,62%), principalmente por conta das quedas na energia elétrica (-2,23%) e no tomate (-21,03%). Já o maior resultado ficou com Goiânia (1,46%), onde pesaram as altas de 13,65% na gasolina e 18,43% no etanol.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895