Paulo Guedes comemora alta de 1% no PIB: "Economia crescendo"

Paulo Guedes comemora alta de 1% no PIB: "Economia crescendo"

Em 2021, o Produto Interno Bruto cresceu 4,6%

R7

Ministro da Economia celebra resultado do PIB

publicidade

O ministro da Economia, Paulo Guedes, comemorou o avanço de 1% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre do ano, divulgado nesta quinta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). "PIB para cima. Desemprego para baixo. Inflação para baixo e economia crescendo", disse Guedes na chegada ao Ministério da Economia.

O ministro não parou para falar com os jornalistas, mas repetiu a frase algumas vezes, como um mantra, ao ser questionado sobre o resultado do levantamento e perspectivas para o futuro. Em nota, a Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia também comemorou o resultado.

Segundo a pasta, o nível de atividade demonstra crescimento "robusto" e consolida o processo de recuperação da economia. "Após a vigorosa retomada da atividade em 2021, quando a economia brasileira registrou alta de 4,6% no PIB e confirmou a recuperação econômica em 'V' (descida pronunciada seguida por forte elevação), o início de 2022 manteve o robusto crescimento da atividade apesar do ambiente de incerteza gerado pelos reflexos da guerra entre Rússia e Ucrânia", avaliou o governo.

A nota do governo também destaca que a melhora no desempenho do PIB nacional acontece, em grande medida, pela retomada do setor de serviços e ampliação dos investimentos. Segundo o IBGE, o setor de serviços cresceu 1,8%, o maior patamar desde maio de 2015. "As expectativas do setor de serviços também confirmam o momento positivo corrente e apontam para boas perspectivas desta atividade. Além disso, o Índice de Confiança de Serviços (FGV) está no maior nível desde abril de 2014", diz o comunicado.

Veja Também

Com o resultado, a economia nacional figura em patamar 1,6% acima do quarto trimestre de 2019, período pré-pandemia. Ainda assim, o nível é 1,7% inferior ao ponto mais alto da atividade econômica do país, registrado nos três primeiros meses de 2014. Em 2021, o PIB nacional cresceu 4,6% ao atingir R$ 8,7 trilhões. A alta confirmou a recuperação das perdas de 2020, quando a economia brasileira encolheu 3,9% devido à pandemia do novo coronavírus. 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895