Porto Alegre acumula inflação de 2,43%, segundo IPCA
capa

Porto Alegre acumula inflação de 2,43%, segundo IPCA

Índice de setembro fica em -0,04%

Por
Correio do Povo

Tradicionais vilões da cesta básica registraram valores mais baixos na média nacionaç

publicidade

Conforme levantamento divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE, a inflação em Porto Alegre e Região Metropolitana, uma das 16 regiões pesquisadas, já acumula inflação de 2,43% neste ano. Em setembro, houve deflação de 0,04%, mesmo índice nacional. 

Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE. No caso da Capital gaúcha, esse foi o segundo mês consecutivo de queda inflacionária. Em 12 meses, a inflação acumulada é de 3%. No País, chega a 2,89%. 

No geral, a deflação de setembro foi puxada pelos alimentos e bebidas. A subitem "alimentação fora de casa" desacelerou de 0,53% em agosto para 0,04% no mês passado, devido variação de -0,04% no item refeição. Já a alimentação em domicílio teve queda de 0,7% nos preços, com destaque para o tomate que registrou redução de 16,17%. 

Além do tradicional vilão da cesta básica de alimentos, a batata-inglesa também teve diminuição de 8,42% em seu valor, a cebola registrou -9,89% e as frutas -1,79%.

O IPCA, calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília. Para o cálculo do índice do mês, foram comparados os preços coletados no período de 28 de agosto a 27 de setembro com os preços vigentes no período de 30 de julho a 27 de agosto.