Porto Alegre acumula inflação de 2,43%, segundo IPCA

Porto Alegre acumula inflação de 2,43%, segundo IPCA

Índice de setembro fica em -0,04%

Correio do Povo

Valor foi impactado pelo aumento de oito itens e a deflação da carne, do tomate e da batata

publicidade

Conforme levantamento divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE, a inflação em Porto Alegre e Região Metropolitana, uma das 16 regiões pesquisadas, já acumula inflação de 2,43% neste ano. Em setembro, houve deflação de 0,04%, mesmo índice nacional. 

Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE. No caso da Capital gaúcha, esse foi o segundo mês consecutivo de queda inflacionária. Em 12 meses, a inflação acumulada é de 3%. No País, chega a 2,89%. 

No geral, a deflação de setembro foi puxada pelos alimentos e bebidas. A subitem "alimentação fora de casa" desacelerou de 0,53% em agosto para 0,04% no mês passado, devido variação de -0,04% no item refeição. Já a alimentação em domicílio teve queda de 0,7% nos preços, com destaque para o tomate que registrou redução de 16,17%. 

Além do tradicional vilão da cesta básica de alimentos, a batata-inglesa também teve diminuição de 8,42% em seu valor, a cebola registrou -9,89% e as frutas -1,79%.

O IPCA, calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília. Para o cálculo do índice do mês, foram comparados os preços coletados no período de 28 de agosto a 27 de setembro com os preços vigentes no período de 30 de julho a 27 de agosto.


Azeite gaúcho conquista prêmio internacional

Produzido na Fazenda Serra dos Tapes, de Canguçu, Potenza Frutado venceu em primeiro lugar na categoria “Best International EVOO” do Guía ESAO

Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895