Porto Alegre tem a terceira maior taxa de inflação em setembro, aponta IBGE

Porto Alegre tem a terceira maior taxa de inflação em setembro, aponta IBGE

IPCA da Capital variou para 1,53% no mês, ficando atrás de Rio Branco e Curitiba

Correio do Povo

Porto Alegre tem a terceira maior taxa de inflação em setembro, aponta IBGE

publicidade

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira os dados da inflação oficial, definida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo o levantamento, todas as áreas pesquisadas apresentaram alta em setembro e Porto Alegre está entre os três maiores índices, com taxa de 1,53% para o mês. A variação acumulada na capital gaúcha no ano foi de 7,79%, enquanto nos 12 meses anteriores foi de 11,35%.  

Outras taxas altas foram encontradas em Rio Branco (1,56%), influenciado pelas altas nos preços da energia elétrica (6,09%) e do automóvel novo (3,57%), e Curitiba, com 1,54%. Já o menor resultado ocorreu em Brasília (0,79%), por conta da queda nos preços da gasolina (-0,81%) e do seguro de veículo (-3,36%).

Veja Também

INPC 

No Índice Nacional de Preços ao Consumidor de setembro, Porto Alegre também aparece entre as capitais com altas taxas. A variação encontrada na Capital, de 1,48%, só não foi maior do que Curitiba, que teve 1,65%. No acumulado do ano, o município tem 8,32%, enquanto nos 12 meses anteriores é de 12,07%. 

O resultado do Brasil do INPC de setembro apontou alta de 1,20%, 0,32 p.p. acima do resultado de agosto (0,88%). Esse foi o maior resultado para um mês de setembro desde 1994, quando o índice foi de 1,40%. O acumulado no ano foi de 7,21% e, em 12 meses, de 10,78%, acima dos 10,42% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em setembro de 2020, a taxa foi de 0,87%.

Os produtos alimentícios subiram 0,94% em setembro, ficando abaixo da variação observada em agosto (1,29%). Já os não alimentícios tiveram alta de 1,28%, enquanto em agosto haviam registrado 0,75%.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895