capa

Presidente chinês nega choque de civilizações apesar da tensão com EUA

Países travam guerra comercial por taxação sobre produtos de exportação

Por
AFP

Representante americano assegura esforço de Trump para acordo com rival

publicidade

O presidente chinês Xi Jinping negou a existência de um "choque de civilizações" pela tensão entre seu país e os Estados Unidos, em particular pela guerra comercial. "Pensar que sua própria raça e sua própria cultura são superiores e insistir em transformar ou inclusive substituir outras civilizações é estúpido (...) e desastroso na prática", afirmou Xi Jinping na abertura de uma conferência sobre o diálogo das civilizações asiáticas em Pequim.

• Trump diz que fará acordo com a China "mais rápido do que as pessoas pensam"

"Não há choque de civilizações diferentes, basta observar para apreciar a beleza de todas as civilizações", completou, sem mencionar os Estados Unidos. As palavras de Xi são uma resposta às declarações no mês passado de uma alta funcionária do Departamento de Estado americano, Kiron Skinner, que afirmou que a rivalidade com a China é "um combate contra uma civilização realmente diferente e uma ideologia diferente".

Esta é a primeira vez que os Estados Unidos enfrentam "um grande rival que não é de raça branca", completou a funcionária em um fórum sobre questões de segurança. Na semana passada os negociadores americanos e chineses não conseguiram chegar a um acordo comercial. Pequim anunciou represálias ao aumento das tarifas americanas imposto pelo governo de Donald Trump em 10 de maio.