Previsão para inflação sobe para 9,33% e PIB estimado recua, diz Banco Central

Previsão para inflação sobe para 9,33% e PIB estimado recua, diz Banco Central

Revisões das expectativas do mercado financeiro mantêm movimentações das últimas semanas

R7

publicidade

Os economistas do mercado financeiro consultados semanalmente pelo Banco Central (BC) elevaram, pela 31ª semana seguida, suas previsões para a inflação de 2021. As projeções para o crescimento da economia, por sua vez, recuaram pela quarta vez consecutiva e agora figuram em 4,93% ao final deste ano.

Conforme as estimativas divulgadas nesta segunda-feira, a aposta atual é que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) feche o ano em 9,33%. Na semana passada, as apostas apontavam que a inflação terminaria o ano em 9,17% e, há quatro semanas, em 8,59%.

Para 2022, o mercado financeiro alterou a previsão do PIB de alta de 1,2% para 1%. Quatro semanas atrás, estava em 1,54%. Já para 2023, a estimativa de crescimento do PIB foi mantida em 2%.

As mudanças das estimativas são impulsionados pelas recentes altas no preço da energia elétrica e dos combustíveis, que causam um efeito cascata em outros produtos da economia, e pelo temor de rompimento do teto de gastos com o pagamento do Auxílio Brasil, programa idealizado para substituir o Bolsa Família. 

Caso a nova expectativa seja confirmada, a inflação chegará ao fim de 2021 acima do dobro da meta estabelecida pelo governo para o ano, de 3,75%, com margem de tolerância de 1,5 ponto (de 2,25% a 5,25%).

Para 2022, a previsão para o índice oficial de preços subiu pela 16ª semana consecutiva, de 4,55% para 4,63%. A aposta para 2023 foi mantida em 3,27% e a de 2024 revisada de 3% para 3,1%.

Apesar da previsão de maior alta nos preços, a expectativa para o dólar ficou mantida em R$ 5,50. Para os preços administrados, tais como energia e combustíveis e planos médicos, a expectativa é de alta de 15,29% neste ano.


Azeite gaúcho conquista prêmio internacional

Produzido na Fazenda Serra dos Tapes, de Canguçu, Potenza Frutado venceu em primeiro lugar na categoria “Best International EVOO” do Guía ESAO

Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895