Saque-aniversário do FGTS é liberado a nascidos em maio e junho
capa

Saque-aniversário do FGTS é liberado a nascidos em maio e junho

Até o momento, mais de 4,7 milhões de trabalhadores já se cadastraram para receber o benefício

Por
R7

Quem nasceu em maio e junho já pode receber saque-aniversário do FGTS


publicidade

A Caixa começa nesta segunda-feira a terceira etapa do pagamento do saque-aniversário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Neste mês, serão beneficiados 908,6 mil trabalhadores nascidos em maio e junho, que fizeram a opção pela modalidade e se cadastraram para receber o valor. O total será de R$ 1,2 bilhão.

Até o momento, mais de 4,7 milhões de trabalhadores já se cadastraram para receber o benefício. Ao aderir ao pagamento, o trabalhador passa a receber anualmente, no mês de seu aniversário, uma parcela do FGTS. Mas perde o direito ao fundo de garantia em caso de demissão sem justa causa.

Além disso, depois que fizer a escolha, caso mude de ideia, a pessoa terá de esperar pelo menos dois anos para voltar ao saque-rescisão. A medida foi criada no ano passado junto com o saque imediato, que liberou R$ 26,2 bilhões em 2019 e encerrou o pagamento em março.

Cronograma

A liberação do dinheiro segue um cronograma estabelecido pela Caixa. Para receber ainda este ano, há um prazo máximo para adesão, conforme o mês do nascimento do cotista.


O trabalhador que nasceu em maio, por exemplo, ainda pode optar pelo saque-aniversário do FGTS, mas não receberá o dinheiro este ano. O prazo limite para ele aderir à modalidade e efetuar o saque em 2020 terminou no domingo. Já as pessoas nascidas em junho podem se inscrever até o dia 30 deste mês.