Aula presencial pode se tornar obrigatória em Minas Gerais ainda em 2021

Aula presencial pode se tornar obrigatória em Minas Gerais ainda em 2021

Secretário de Saúde diz que equipes avaliam mudanças no sistema de ensino, com base na melhor dos dados da pandemia

R7

Atualmente, escolas podem receber todos os alunos, desde que respeitado o distanciamento

publicidade

O governo de Minas Gerais cogita tornar obrigatória, ainda em 2021, a presença dos estudantes em sala de aula no Estado, assim como vai ocorrer com São Paulo a partir da próxima semana. A informação foi confirmada pelo secretário de Saúde, Fábio Baccheretti, nesta quinta-feira.

O representante da gestão Zema explica que este tema está entre os assuntos em análise em função da melhora dos dados da pandemia. Segundo Baccheretti, a SEE (Secretaria Estadual de Educação) também tem interesse no retorno e analisa a pauta com a equipe.

"Existem algumas poderações como a situação dos imunossuprimidos e pessoas com doenças crônicas, mas estamos discutindo o que fazer. A ideia da Secretaria de Educação e de Saúde é conseguir retornar com todas as atividades presenciais em Minas Gerais", disse.

Desde o último fim de semana, as escolas mineiras são autorizadas a receber todos os alunos, desde que respeitado o distanciamento de 90 centímetros. A restrição ainda impede a ocupação total dos colégios. "Nosso corpo técnico avalia retirar esta regra", destacou Baccheretti.

Por enquanto, os estudantes não são obrigados a frequentar as aulas presenciais, já que o ensino híbrido foi mantido. Apesar da liberação de aulas pelo governo estadual, a decisão final sobre a reabertura das escolas é de cada município.

Atualmente, todas as regiões de Minas Gerais estão na fase verde, a menos restrita, do programa Minas Consciente.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895