Cpers garante que adesão à greve do Magistério cresceu
capa

Cpers garante que adesão à greve do Magistério cresceu

Das 2,5 mil instituições de ensino da rede estadual, 1.428 paralisaram atividades, parcial ou totalmente, conforme o sindicato

Por
Laura Gross / Rádio Guaíba

Entidade também divulgou que 727 escolas paralisaram e 701 registraram adesão parcial

publicidade

No terceiro dia de greve dos professores da rede estadual, o Cpers Sindicato informou que 1.428 escolas tiveram atividades afetadas pelo movimento, nesta quarta-feira. Com dados dos 42 núcleos, a entidade divulgou que 727 escolas paralisaram e 701 registraram adesão parcial. Entre essas últimas, conforme o Cpers, há algumas em que apenas 5% dos professores foram trabalhar.

Nos próximos dias, a categoria espera pressionar os deputados a rejeitarem as propostas do governo Eduardo Leite que reduzem as progressões na carreira do Magistério, além de alterar as regras de aposentadoria. A próxima Assembleia Geral da categoria ocorre na terça-feira, às 13h30min, na Praça da Matriz.

Já a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) garante que cerca de 250 escolas tiveram as atividades completamente suspensas, nesta quarta, contra 208, na segunda-feira. Ainda conforme a Pasta, em outros cerca de 300 colégios a greve teve adesão parcial de professores. Eram 252 nessa situação no início da semana.

O Estado conta com 2,5 mil instituições de ensino. A avaliação da Secretaria é de que o balanço “se mantém estável, sem alterações”.