EPTC inicia testes com aplicativo para organizar trânsito em escolas
capa

EPTC inicia testes com aplicativo para organizar trânsito em escolas

App faz cercamento da instituição e avisa quando pais entram no perímetro pré-definido

Por
Henrique Massaro

EPTC iniciou testes em escola na ACM no centro de Porto Alegre


publicidade

Pode-se dizer que a calmaria anual de Porto Alegre durante o Carnaval é oficialmente quebrada quando a maior parte das escolas retomam suas atividades. O trânsito, mais tranquilo nos dias de feriado, começa a ser trocado pelo ritmo mais frenético dos transportes escolares e carros particulares deixando e buscando alunos. Devido a isso, nessa época a fiscalização e as orientações de trânsito precisam de reforço por parte da EPTC, que, na manhã desta segunda-feira, começou a utilizar a tecnologia para melhorar esse processo.

Durante o programa Volta as Aulas, no qual pais, alunos e condutores receberam material informativo e orientações sobre a segurança no trânsito, foi lançado o aplicativo "Filho Sem Fila". Ainda em fase de testes, a ferramenta foi apresentada no período da manhã na escola de Ensino Médio da Associação Cristã de Moços (ACM).

Grande parte das escolas particulares do Rio Grande do Sul retomam as atividades

"É um aplicativo que faz um cercamento na escola e, quando os pais entram naquela área, já informa à escola", explicou o diretor-presidente da EPTC, Marcelo Soletti. De acordo com ele, a inovação traz consigo mais organização do trânsito na entrada e saída das instituições e, consequentemente, mais segurança, já que os alunos não precisam esperar do lado de fora enquanto os pais estão a caminho.

A utilização da ferramenta, conforme Soletti, começou pela ACM, mas todas as escolas interessadas podem procurar a EPTC caso tenham interesse em aderir. As instituições devem fazer ainda contato com os pais ou responsáveis, que também precisam ter o aplicativo.

Para os pais que optam pelo transporte escolar para levar os filhos para o colégio, a orientação é de que se verifique junto à EPTC o cadastro do motorista e das vans. Ao todo, há 617 veículos cadastrados e aptos para realizar o serviço.

Além do lançamento do "Filho Sem Fila", a EPTC designou equipes de educação para realizarem rodízio em diversas escolas. De acordo com o diretor-presidente, na volta às aulas a fiscalização costuma ser intensificada. Além disso, deve ocorrer um trabalho de conscientização, principalmente sobre atropelamentos e acidentalidade com motocicletas. Conforme Soletti, nos primeiros 45 dias de 2018, já há uma redução de 70% dos acidentes com morte no trânsito com relação ao ano passado - foram três este ano e 10 na mesma época em 2016.