Milton Ribeiro deve ir ao Senado explicar declarações polêmicas

Milton Ribeiro deve ir ao Senado explicar declarações polêmicas

Ministro da Educação deve falar sobre acesso limitado às universidades e inclusão de crianças com deficiências nas escolas

R7

As declarações de Ribeiro motivaram críticas e ele chegou a se desculpar nas redes sociais

publicidade

A Comissão de Educação do Senado aprovou nesta quinta-feira requerimento para ouvir Milton Ribeiro, ministro da Educação, sobre declarações pelo acesso limitado às universidades e contra a inclusão de crianças com deficiência em sala de aula.

O ministro declarou em entrevista à TV Brasil que as universidades deveriam ser um "espaço para poucos"e que hoje o Brasil tem "uma série de advogados e engenheiros dirigindo Uber por falta de colocação no mercado de trabalho."

Durante uma entrevista, o ministro também afirmou que "crianças com deficiência atrapalham os colegas de classe". As declarações de Ribeiro motivaram críticas e ele chegou a se desculpar nas redes sociais. 

No mesmo dia que o Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu instituições para discutir a Política Nacional de Educação Especial, que entre outras medidas, sugere que crianças deficientes devem estudar em classes ou escolas especiais, Ribeiro afirmou que era contra o "inclusivismo"

A Política Nacional de Educação Especial, se baseia em um decreto do presidente Jair Bolsonaro, de outubro do ano passado, que incentiva a criação de salas e escolas especiais para crianças com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento, como autismo, e superdotação. 

O texto foi considerado como um retrocesso nas políticas de inclusão e discriminatório, por abrir brechas para que as escolas recusem estudantes com esse perfil. Em dezembro, o STF decidiu suspender o decreto, em ação movida pelo PSB.

Veja Também


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895