Ministro da Educação diz que cronograma do Enem será mantido

Ministro da Educação diz que cronograma do Enem será mantido

Segundo Milton Ribeiro, as demissões do Inep não afetarão a aplicação do exame, previsto para 21 e 28 de novembro

R7

Às vésperas da primeira prova do Enem, 33 funcionários pediram demissão do Inep nesta segunda-feira

publicidade

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que o cronograma de execução do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2021 está mantido e não será afetado. A afirmação em rede social foi feita após debandada de funcionários do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), órgão responsável pela realização do exame.

Segundo o ministro, as provas já estão com empresa responsável pela aplicação do exame e o instituto monitora a situação para garantir a normalidade de sua execução. 

"O Ministério da Educação informa que o cronograma de execução do Exame Nacional do Ensino Médio 2021 está mantido e não será afetado pelos pedidos de exoneração de servidores do Inep", afirma em nota de esclarecimento, publicada em redes sociais.

O ministro afirma também que "os servidores colocaram à disposição os cargos em comissão ou funções comissionadas das quais são titulares, mas que continuam à disposição para exercer as atribuições dos cargos até o momento da publicação do ato no Diário Oficial da União".

Às vésperas da primeira prova do Enem, 33 funcionários pediram demissão do Inep nesta segunda-feira. Segundo a Assinep (Associação dos Servidores do Inep), mais demissões deveriam ocorrer. A associação "lamenta que a situação tenha chegado a este ponto" e pede atuação do MEC (Ministério da Educação). As provas do Enem estão previstas para 21 e 28 de novembro, com 3.109.762 candidatos que tiveram a inscrição confirmada.

Veja Também


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895