Prefeitura de Porto Alegre divulga mudanças no currículo das escolas públicas municipais

Prefeitura de Porto Alegre divulga mudanças no currículo das escolas públicas municipais

Novo currículo contará com maior carga horária de Matemática e Língua Portuguesa, contação de histórias e iniciação científica

Correio do Povo

Nova redação do currículo conta com o aumento da carga horária de Língua Portuguesa e Matemática

publicidade

A Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre divulgou, por meio de uma carta aberta, nesta sexta-feira, as principais mudanças no currículo das escolas públicas municipais. A nova redação do currículo conta com o aumento da carga horária de Língua Portuguesa e Matemática, considerando os baixos índices de proficiência dos estudantes e os impactos provocados pela pandemia. Já a língua espanhola passa a ser componente curricular no 4º e 5º ano. 

Dentre as novidades está a inserção de dois períodos de contação de histórias do 1º ao 3º ano, um período de produção textual nos anos finais do ensino fundamental e a incoporação de iniciação científica desde o 1º ano do ensino fundamental.

“Nesses dez primeiros meses à frente da Smed, venho propondo mudanças importantes na área pedagógica e tenho recebido muitas críticas e contribuições, que estão sendo acolhidas. É importante destacar que mudanças nos oportunizam um leque de possibilidades para o nosso conhecimento e nosso crescimento pessoal/profissional  e, como secretária, me sinto à vontade para propor novos rumos para a educação municipal de Porto Alegre”, destacou a secretária de Educação, Janaina Audino, no documento direcionado à Comunidade Escolar da Rede Municipal da Capital.

A secretária Janaina Audino reitera que a comunidade escolar participará da implementação do Referencial Curricular Gaúcho, discutindo e contribuindo, a partir de suas realidades, na construção dos cadernos curriculares específicos para a Rede Municipal de Porto Alegre, conforme preconizado na Resolução CEE nº 345/2018. “Esse processo é essencial para proporcionarmos as mesmas oportunidades de aprendizagem para todos os estudantes do município de Porto Alegre, independente da rede à qual estejam matriculados”, finaliza.

Como projetos interdisciplinares, se sobressaem os seguintes pontos:

Espaço Filosófico 

Cada escola possuirá a carga horária de 30 horas semanais para o desenvolvimento de habilidades e competências com os estudantes relacionadas à articulação do pensamento crítico, à promoção da formação estética, ao aprofundamento do nível de abstração, ao desenvolvimento da argumentação, ao fomento da autoria e da autonomia, à formulação de hipóteses, ao questionamento sistemático, à liberdade de pensamento e à promoção do reconhecimento e do respeito às diferenças. 

Espaço de Inovação

Cada escola possuirá a carga horária de 40 horas semanais para a articulação dos programas e projetos tecnológicos responsáveis pelo desenvolvimento de habilidades e competências com os estudantes relacionadas à: robótica, gamificação, inovação, leitura crítica e produção midiática, uso de artefatos tecnológicos, a fim de criar diversificados contextos de aprendizagem, mais dinâmicos, eficientes e inovadores; que estimulem a curiosidade e a pesquisa e produzam experiências de produção de conhecimento adequados para a contemporaneidade. 

Projeto Temático

Cada escola definirá a temática do projeto que será ofertado para seus estudantes no contraturno escolar, podendo ser: dança, horta, música, sustentabilidade, teatro, línguas e etc. Será disponibilizada a carga horária de 20 horas semanais, por turno, para a execução do projeto.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895