Prefeitura suspende aulas no ensino municipal a partir de quarta em Porto Alegre
capa

Prefeitura suspende aulas no ensino municipal a partir de quarta em Porto Alegre

Sindicato dos professores do ensino privado solicitou a suspensão das atividades letivas

Por
Correio do Povo

Anúncio de medidas foi realizado nesta segunda-feira


publicidade

A prefeitura de Porto Alegre anunciou nesta segunda-feira algumas medidas de combate à propagação do Covid-19 na cidade. De acordo com o prefeito Nelson Marchezan, os serviços públicos e as atividades comerciais serão mantidos. No entanto, as aulas estão suspensas na rede pública a partir desta quarta-feira. Durante o pronunciamento, o chefe do Executivo municipal solicitou que a rede privada adote a mesma postura. 

Em relação ao ensino infantil, as aulas estão mantidas. Marchezan lembrou que a recomendação da Secretaria Municipal de Saúde e da Secretaria Municipal de Educação é de que aqueles pais que puderem, fiquem com as suas crianças em casa. 

Durante o anúncio das medidas, o prefeito confirmou a criação de um gabinete de enfrentamento ao novo coronavírus em Porto Alegre. O escritório terá reuniões diárias com os responsáveis pela atuação contra o avanço da doença na Capital. "O gabinete será presidido por mim e terá a coordenação técnica do secretário municipal da saúde, Pablo Sturmer", disse. 

Conforme a prefeitura, todas as viagens para fora de Porto Alegre dos servidores deverão ter autorização expressa do gabinete e da secretaria de Saúde. Os funcionários públicos a partir dos 60 anos devem realizar todo e qualquer trabalho de suas casas a partir desta segunda-feira, com exceção dos serviços essenciais da cidade. 

Rede privada 

O Sindicato dos Professores do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinpro/RS) encaminhou nesta segunda um ofício às representações patronais solicitando a suspensão imediata das atividades letivas na rede privada, além da dispensa do comparecimento dos professores aos locais de trabalho. A iniciativa está relacionada ao agravamento da disseminação do novo coronavírus e está baseada nas orientações dos principais infectologistas do Brasil e do mundo. 

Alguns colégios particulares já tomaram a iniciativa de anunciar a suspensão de aulas. Os colégios e unidades sociais da rede Marista suspenderão as atividades letivas a partir desta terça-feira. O retorno está previsto para o dia 31 de março, com possibilidade prorrogação futura.  

O Colégio Farroupilha também confirmou a suspensão das atividades a partir de terça-feira nas duas unidades, localizadas no bairro Três Figueiras e na rua Correia Lima. Nesse domingo, o Colégio Israelita anunciou que a suspensão das aulas irá ocorrer a partir desta quarta-feira até o dia 30 de março. 

Três colégios da rede La Salle (Dores, Santo Antônio e São João) não anunciaram a suspensão de aulas, mas medidas para conter a propagação do vírus na rede escolar. 

Como prevenir o contágio do coronavírus 

De acordo com recomendações do Ministério da Saúde, há pelo menos cinco medidas que ajudam na prevenção do contágio do novo coronavírus:

• lavar as mãos com água e sabão ou então usar álcool gel.

• cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.

• evitar aglomerações se estiver doente.

• manter os ambientes bem ventilados.


• não compartilhar objetos pessoais.