RS tem 110 mil alunos matriculados, mas fora da sala de aula
capa

RS tem 110 mil alunos matriculados, mas fora da sala de aula

Secretário estadual de Educação, Faisal Karam, diz que dado representa parte da evasão escolar

Por
Mauren Xavier

Secretaria Estadual de Educação estima que 110 mil alunos não estão em sala de aula

publicidade

O Rio Grande do Sul tem cerca de 862 mil matriculados na rede estadual, segundo dados da Secretaria Estadual de Educação. Porém, na prática, há uma quebra nesse dado de cerca de 110 mil matrículas. Em outras palavras, são alunos que estão matriculados mas que não estão na sala de aula. Isso ocorre, explicou o secretário Faisal Karam, no final da manhã dessa sexta-feira, durante ao final do ano letivo, o sistema de matrículas automaticamente atualizava o cadastro do aluno, já assegurando a vaga no ano seguinte. Por exemplo, se ele estava no segundo ano do ensino básico, ao ser aprovado, ingressava no terceiro ano.

Essa medida ocorria para evitar que os alunos precisassem fazer a matrícula na escola. Porém, segundo o secretário, acabou por criar casos em que os alunos apesar de matriculados, não estão na sala de aula. A mudança nesse sistema ocorreu na virada do ano letivo para 2019. 

Apenas em Porto Alegre, distribuídos nas 246 escolas estaduais, são mais de 5.570 alunos que estão matriculados, mas fora da sala de aula. Se eles fossem contabilizados em turmas, representaria 95 turmas. Esse cálculo daria uma dimensão de outro problema: a falta de professores. Segundo ele, com os números reais de alunos, seria possível otimizar a distribuição dos estudantes nas turmas e também professores. “Do sexto ano para cima, tu multiplicas por dez profissionais, que estão dando aula normal, mas estão com turmas reduzidas, que poderiam ter sido agrupadas. Digamos, por exemplo, a sétima série, em vez de ter 30 turmas, tu poderias ter 25.”