Ulbra obtém recuperação judicial
capa

Ulbra obtém recuperação judicial

Deferimento do pedido ocorreu após cerca de sete meses

Por
Correio do Povo

Ulbra obteve recuperação judicial


publicidade

Após cerca sete meses, a mantenedora da Rede Ulbra de Educação (Aelbra) conseguiu deferimento do pedido de recuperação judicial da Ulbra. Em outubro deste ano, já em julgamento em 2ª instância, a instituição de ensino havia obtido dois votos favoráveis na 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), mas um dos desembargadores pediu vistas ao processo, adiando a decisão para a última sexta-feira (13/12).

O vice-presidente jurídico da Aelbra, Rogério Malgarin, explica que, agora, deve ser nomeado o administrador judicial com o qual será negociada a reestruturação das dívidas. “Vamos apresentar um plano minucioso sobre a situação e proposta de recuperação”, afirmou, acrescentando que a Ulbra acumula uma dívida de R$ 2,4 bilhões, sendo que R$ 450 mil são de passivo trabalhista. “Nossa principal meta é colocar os salários em dia e eliminar a dívida trabalhista.”


Em nota, a Aelbra salienta que “a recuperação é fundamental para a reestruturação dos passivos e continuidade das atividades operacionais da Aelbra e de suas mantidas. A Rede Ulbra de Educação segue focada em garantir qualidade de ensino aos seus mais de 40 mil alunos”.