capa

Vélez garante que universidades públicas não serão privatizadas

Medida era apontada como solução para crise financeira das instituições

Por
Agência Brasil

PNE prevê inclusão de 33% da população entre 18 e 24 anos ao ensino superior

publicidade

O ministro da Educação, Ricardo Vélez, garantiu nesta quarta-feira, pelo Twitter, que as universidades públicas não serão privatizadas.
 

 

A privatização vinha sendo apontada como solução para a crise financeira pela qual passam essas instituições de ensino, mas o Ministério da Educação (MEC) ainda não havia se pronunciado oficialmente sobre a questão.

Pelo Plano Nacional de Educação (PNE), a lei que estipula metas para melhorar a qualidade da educação brasileira até 2024, o Brasil deve incluir um terço, ou seja, 33% da população de 18 a 24 anos no ensino superior até o fim da vigência da lei. Atualmente, essa porcentagem é cerca de 23%, considerando também os que já se formaram. Já a taxa bruta de matrícula, ou seja, total de estudantes matriculados, independentemente da idade, deve ser equivalente a metade da população total de 18 a 24 anos. Essa porcentagem é cerca de 35%.