Volta às aulas presenciais ocorrerá de forma gradual em Porto Alegre

Volta às aulas presenciais ocorrerá de forma gradual em Porto Alegre

Prefeitura divulgou cronograma espaçado e indicou retorno de alunos com diferença de sete dias

Luiz Felipe Mello

Prefeitura divulgou cronograma espaçado e indicou retorno de alunos com diferença de sete dias

publicidade

A prefeitura de Porto Alegre anunciou no final da manhã desta sexta-feira o cronograma de retorno às aulas presenciais para os alunos das outras séries do Ensino Fundamental, além do Ensino Médio e dos estudantes da educação especial. Na companhia do prefeito Sebastião Melo, a secretária da Educação, Janaina Audino, divulgou que do 3º a 5º anos voltarão a partir de 10 de maio. 

Veja Também

Já os estudantes do 6º a 9º anos retomarão as aulas presenciais no dia 17 de maio. O Ensino Médio, cursos técnicos e as classes para jovens estudantes ocorrerão em 24 de maio. A prefeitura deixou por último os alunos da educação especial, que poderão retornar às salas de aula em 31 de maio. 

Em sua manifestação durante a live realizada pela prefeitura, Janaina Audino deixou claro que as famílias não são obrigadas a enviar seus filhos para as escolas nesta retomada. "É um momento de adaptação. Foi um trabalho cauteloso que fizemos e contamos muito com a equipe diretiva para organizar esses grupos", explicou. 

Conforme a secretária, 32 mil alunos devem retomar os estudos presenciais em Porto Alegre. "É uma volta gradativa e que fique claro: há um sistema de revezamento. A nossa estratégia de abertura já previa questão da capacidade física. Portanto, a organização não é nova e as escolas já têm isso", argumentou. A secretária relatou que em torno de 50% das escolas abriram na quinta-feira para receber alunos da educação infantil e 1ª e 2ª séries do ensino fundamental.

Ao falar sobre a volta dos alunos da 3ª, 4ª e 5ª séries, Janaina Audino detalhou a razão pela qual a prefeitura decidiu fazer um retorno mais espaçado. "Para dar à Educação Infantil e aos primeiros anos do Ensino Fundamental um período de adaptação, para que os alunos sejam acolhidos em revezamento. Estamos chamando os alunos em grupos. Queremos que todos possam voltar de forma presencial, mas as famílias precisam entender que nem todos irão retornar todos os dias. Do ponto de vista da qualidade pedagógica, o número reduzido de alunos traz ao professor uma tranquilidade. Isso facilita o trabalho dele e o estudante que eventualmente está em casa poderá voltar a ter o acompanhamento presencial no dia posterior. A gente sabe que é difícil este ensino híbrido, mas é o que podemos fazer diante do cenário, visto que muitas crianças não têm condições de estar apenas no ensino remoto", afirmou. 

Cronograma 

Ensino Fundamental 

- 3º a 5º anos - retorno em 10 de maio 
- 6 a 9º anos - retorno em 17 de maio 

Ensino Médio

- 1º ao 3º ano, cursos técnicos e jovens estudantes - retorno em 24 de maio 

Educação Especial - retorno em 31 de maio 

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895