"É difícil suportar as mentiras sobre o que aconteceu", diz Flávio Silva

"É difícil suportar as mentiras sobre o que aconteceu", diz Flávio Silva

Presidente da Associação dos Familiares das Vítimas da Kiss relatou que acredita no trabalho dos jurados até o fim do julgamento

André Malinoski

Flávio Silva, da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria)

publicidade

No sétimo dia julgamento do incêndio na boate Kiss, o presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), Flávio Silva, comentou sobre o esvaziamento da sessão, fato diferente dos primeiros dias do júri. “As famílias estão acompanhando o julgamento de outros lugares. É difícil suportar as mentiras sobre o que aconteceu”, disse Silva.

Silva observou ainda acredita na avaliação dos jurados no final do julgamento. "As pessoas vêm aqui sem compromisso de dizer a verdade. Seguimos com fé no trabalho dos jurados.".

Veja Também

As manifestações foram ditas na pausa do julgamento, quando é ouvido o ex-operador de áudio e técnico de som Venâncio da Silva Anschau, de 40 anos, testemunha de defesa do réu Marcelo de Jesus dos Santos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895