capa

Ação conscientiza passageiros sobre bagagem de mão no Salgado Filho

Exigência pelo cumprimento das normas será maior a partir de maio nos aeroportos brasileiros

Por
Henrique Massaro

Ação buscou conscientizar passageiros sobre as normas da bagagem de mão

publicidade

A partir de maio, passageiros que se dirigirem aos portões de embarque doméstico em aeroportos brasileiros deverão estar atentos às bagagens de mão. As mochilas e bolsas que não obedecerem um tamanho específico determinado por lei serão impedidos de embarcar, o que poderá acarretar na perda do voo. Para já ir conscientizando a população e diminuir o impacto a partir da data oficial, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) começou hoje uma campanha de orientação no Porto Alegre Airport – Aeroporto Internacional Salgado Filho.

Pela manhã, os passageiros que se preparavam para embarcar na Capital se deparavam com dois materiais ilustrados. Em um deles, eram mostradas as informações sobre o volume adequado da viagem de mão. O outro, que também continha o informativo, funcionava como gabarito, ou seja, reproduzia o tamanho exato que as bolsas e mochilas não podem ultrapassar. As normas foram definidas pela Resolução 400/2016 da Agência Nacional de Aviação Civil.

Além dos materiais, funcionários da DNATA, terceirizada da Abear, ficavam posicionados em frente embarque doméstico para mostrar aos passageiros se sua bagagem estava no tamanho adequado. Como a ação ainda tem um caráter somente educativo, todos acabavam podendo embarcar. O agente anfitrião da empresa, Gabriel Denardi, explicou que, apesar de a legislação já existir, até então os aeroportos não tinham estrutura para impedir controlar o tamanho exato, mas, a partir do próximo mês, quem estiver fora do padrão precisará despachar a bagagem no check-in da companhia aérea, ficando sujeito a cobranças.

As medidas de bagagem de mão são de 55 centímetros de altura por 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade. O padrão segue recomendações da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) para melhor acomodação, conforto e segurança. O período de orientação aos passageiros na Capital vai até o dia 12 de maio. No dia seguinte, começa a triagem.