Acompanhar eleição dos EUA requer "prudência diplomática", diz Moro

Acompanhar eleição dos EUA requer "prudência diplomática", diz Moro

Ex-ministro da Justiça disse que laços entre Brasil e Estados Unidos são fraternos e transcendem relações pessoais

R7

Os laços entre Brasil e Estados Unidos transcendem relações pessoais”, disse Moro

publicidade

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro afirmou nesta terça-feira que acompanhar a eleição presidencial dos Estados Unidos “requer prudência diplomática”. “Não somos eleitores naquele país. Os laços entre Brasil e Estados Unidos são fraternos e transcendem relações pessoais”, disse Moro em rede social.

Milhões de norte-americanos vão às urnas nesta terça para escolher entre Donald Trump (Republicano) e Joe Biden (Democrata). Na eleição presidencial dos EUA, 100.796.871 milhões votaram antes mesmo das seções eleitorais serem abertas durante o período matutino.

A quantidade mais do que dobrou os 47 milhões de votos antecipados de 2016 e, segundo o US Elections Project, da Universidade da Flórida, corresponde a quase 73% do total geral na eleição passada.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895