Acordo destina equipamentos do Cientec para Uergs e abre caminho para extinção da fundação

Acordo destina equipamentos do Cientec para Uergs e abre caminho para extinção da fundação

Universidade estadual não possui espaço físico que comporte equipamentos

Rádio Guaíba

publicidade

Com o objetivo de dar continuidade ao processo de extinção da Fundação de Ciência e Tecnologia (Cientec), o governo do Estado aceitou destinar parte dos equipamentos da instituição para a Universidade Estadual do RS (Uergs). O acordo judicial foi homologado pela juíza Cristina Luisa Marquesan da Silva, no último dia 26 de agosto. Além do Sindicato dos Engenheiros (Senge-RS), apoiam a iniciativa pró-reitores e professores da UERGS, além de pesquisadores da Fundação de Ciência e Tecnologia (Cientec).

O problema, segundo o engenheiro João Leal Vivian, é encontrar um local para onde os equipamentos serão levados, uma vez que a universidade estadual não possui uma sede ou um campus que possa abrigar os equipamentos.

Desde o final de dezembro de 2018, a ação civil pública proposta pelo Ministério Público contra o Piratini buscava a suspensão dos atos do processo de extinção da fundação pública de direito privado. Vários equipamentos, que hoje pertencem à Cientec, tal como um cromatógrafo para realização de análises químicas, demandam salas climatizadas, infraestrutura elétrica, além de insumos e sistemas de exaustão.

Questionada, a Universidade informou que não recebeu a indicação formalmente, pelo governo. “Em função disso, a Uergs não se manifestará sobre essa pauta, enquanto não houver a indicação formal da destinação dos equipamentos da Cientec para a Universidade. Também estamos aguardando a posição do governo sobre um espaço para que a Uergs possa instalar esses equipamentos, caso ocorra de fato a destinação para a Universidade”, diz a nota.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895