ANM alerta para aumento na movimentação de talude em Barão de Cocais
capa

ANM alerta para aumento na movimentação de talude em Barão de Cocais

Barragem de Gongo Soco registrou deslocamento de 17,8 centímetros por dia

Por
AE

Rompimento de barragem era estimado para o último fim de semana

publicidade

O talude norte da mina de Gongo Soco da mineradora Vale em Barão de Cocais (MG) passou a se movimentar 17,8 centímetros por dia em sua porção inferior, segundo informações atualizadas na manhã desta segunda-feira, 27, pela Agência Nacional de Mineração (ANM). No domingo, a velocidade da deslocamento era de 15,8 centímetros por dia na parte inferior.

Nos pontos mais críticos, a velocidade subiu de 20 centímetros para 21 centímetros por dia. A ANM interditou e suspendeu as atividades do complexo minerário Gongo Soco no dia 17. A Defesa Civil continua monitorando a movimentação do talude. O risco de rompimento da represa segue no nível 3, o mais alto, de acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico da cidade e membro efetivo da Defesa Civil.