Anvisa: InCor não cumpriu etapas para teste de vacina em spray

Anvisa: InCor não cumpriu etapas para teste de vacina em spray

Na semana passada, instituto divulgou que já havia apresentado informações para começar ensaios em humanos

R7

Vacina ainda está em fase pré-clínica, afirma Anvisa

publicidade

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira que ainda não há nenhum pedido de autorização de estudos em humanos de uma vacina anti-Covid em spray desenvolvida no Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InCor).

Na semana passada, o próprio InCor divulgou, após uma reunião com técnicos do órgão regulador, que havia solicitado autorização para o início das fases 1 e 2 de ensaios clínicos. "De acordo com a apresentação técnica feita pelos pesquisadores na última semana, o projeto está em fase pré-clínica e ainda não cumpriu com as etapas de pesquisa necessárias para o teste em pessoas", acrescenta a nota da Anvisa.

A agência sugeriu aos desenvolvedores que iniciem o processo de submissão contínua, em que as informações da vacina são enviadas conforme as etapas são concluídas. O InCor ainda não se manifestou a respeito do tema. 

Veja Também

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895