Após obras na Ponte do Guaíba, içamento do vão móvel volta a funcionar
capa

Após obras na Ponte do Guaíba, içamento do vão móvel volta a funcionar

Pilar da estrutura precisou ser recuperado após colisão de uma embarcação na semana passada

Por
Cláudio Isaías

Pilar da estrutura precisou ser recuperado após colisão de uma embarcação na semana passada


publicidade

Os içamentos do vão móvel da Ponte do Guaíba estão liberados e voltaram a funcionar no começo da tarde desta quinta-feira. As obras de recuperação emergencial de um dos pilares de sustentação da estrutura foram encaminhadas para teste final após a realização de todas as avaliações na estrutura.

Na manhã de hoje, os técnicos realizaram o teste de içamento, que transcorreu normalmente, finalizando todo o processo necessário para o retorno dos trabalhos. As obras emergenciais foram executadas pela empresa proprietária da embarcação responsável pela colisão em um dos pilares do vão móvel, e foram concluídas com quatro dias de antecedência da previsão inicial. A CCR ViaSul, responsável pela operação da Ponte do Guaíba, acompanhou e fiscalizou a execução de todos os trabalhos. Para a realização dos testes, o trânsito de veículos na região foi interrompido.

Para adiantar ao máximo o prazo de término das obras e retorno da normalidade nos içamentos do vão móvel do Guaíba, os serviços de recuperação no pilar foram feitos 24 horas por dia. O prazo inicial previsto era de dez dias, porém, devido aos esforços feitos para a redução desta estimativa, os trabalhos puderam ser encerrados antes do final desta semana.


A empresa realizou os serviços de limpeza, confecção de novas formas e reposição de armadura. Também foram feitos testes de resistência. A concretagem da viga foi realizada na terça-feira. Os reparos foram feitos por conta da colisão de uma embarcação em um dos pilares do vão móvel, o que danificou a estrutura, causando a suspensão dos içamentos para passagem de embarcações.