Após temporal e alagamentos, Melo fala em passar drenagem para a iniciativa privada em Porto Alegre

Após temporal e alagamentos, Melo fala em passar drenagem para a iniciativa privada em Porto Alegre

Prefeito afirmou que Capital precisa de R$ 4 bilhões em investimentos para obras no setor

Correio do Povo

Chuvas causaram pontos de alagamento em Porto Alegre nessa quarta

publicidade

Após o forte temporal que atingiu Porto Alegre nessa quarta-feira, causando vários pontos de alagamento na cidade, o prefeito Sebastião Melo (MDB) concedeu entrevista na manhã desta quinta ao programa Agora, da Rádio Guaíba. De acordo com o chefe do Executivo, os bairros mais afetados pelas chuvas da foram o Menino Deus, Cristal, Azenha e o Centro. "São quatro bairros em que choveu quase 50 milímetros, o que significa que choveu quase metade de todo janeiro", afirmou. 

O temporal, que começou no fim de tarde após um dia escaldante de sensação térmica acima dos 40ºC, registrou altos volumes de precipitação, inclusive alagando o Hospital Mãe de Deus e o estacionamento do shopping Praia de Belas. "Ontem nós começamos a trabalhar e hoje estamos concentrando as limpezas (na cidade)", destacou. 

De acordo com o chefe do Executivo Municipal, os transtornos provocados pelas chuvas reforçam a necessidade da água e do esgoto da Capital precisarem ir para a iniciativa privada. "Nós estamos (em contato) com o setor do saneamento e estamos dizendo: sim, nós entregaremos a concessão de água e esgoto, mas vocês têm que levar, se não totalmente, boa parte da drenagem. Porto Alegre precisa de R$ 4 bilhões pra enfrentar obras de macrodrenagem espalhadas por toda cidade", enfatizou. 

Segundo Melo, a Capital tem hoje 60% do esgoto tratado, precisando com urgência de uma melhora no quadro. "Isso é cláusula pétrea: entregar água e esgoto. Qual é a cidade do Brasil que capta água tão perto e com tanta abundância?", indagou. 

Melo também afirmou que está em status avançado negociação juntamente com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um financiamento para tratar da drenagem de Porto Alegre. Além disso, deve ser enviado nos próximos meses um projeto para a Câmara de Vereadores envolvendo as questões de água e esgoto da cidade. 

Veja Também


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895