Asilo Padre Cacique recebe 150 máscaras de proteção

Asilo Padre Cacique recebe 150 máscaras de proteção

Equipamentos foram confeccionados por voluntários do Sesc/RS

Cláudio Isaías

Máscaras serão utilizadas pelos funcionários que atuam no cuidado de 100 idosos

publicidade

Os moradores e funcionários do Asilo Padre Cacique receberam nesta quinta-feira 150 máscaras que serão utilizadas na proteção contra a Covid-19. Os equipamentos de proteção individual (EPIs) foram confeccionados por voluntários do Sesc/RS. As unidades higienizadas e embaladas individualmente foram entregues ao gerente geral do Asilo, Carlos Gomes, pelas assistentes sociais Michele Corrêa, do Sesc Envolva-se, e Leila Anastácio, do Sesc Voluntariado. A iniciativa faz parte do projeto Amor em Forma de Máscara: Costure esta Ideia, do Sesc Comunidade.

"A ideia é confeccionar cinco mil máscaras de tecido para pessoas em situação de vulnerabilidade social e que não têm condições de adquirir o equipamento de proteção", acrescentou.  Segundo Gomes, as máscaras serão utilizadas pelos funcionários que atuam no cuidado dos 100 idosos que vivem na instituição. Em razão da pandemia do coronavírus, asilo suspendeu as visitas e a presença de voluntários. Segundo Gomes, as doações recebidas no asilo são higienizadas e ficam em uma quarentena de 14 dias. Neste momento, a instituição em razão da baixa dos estoques, necessita de alimentos para preparação das refeições e itens de higiene e limpeza.     

Conforme Leila Anastácio, o projeto Amor em Forma de Máscara já realizou a entrega de 2,8 mil máscaras de tecido pelo Sesc Comunidade em Porto Alegre e nas cidades da Região Metropolitana - Canoas, Esteio, Gravataí e Charqueadas. O mutirão de solidariedade envolve os programas sociais Voluntariado, Envolva-se, Mesa Brasil e Maturidade Ativa. As máscaras foram feitas por 40 pessoas que participam do programa de Voluntariado do Sesc/RS com tecidos doados pelo programa Envolva-se em parceria com o Mesa Brasil. Os EPIs também foram distribuídos para a população indígena e para as pessoas em situação de rua do Instituto Espírita Dias da Cruz, no bairro Azenha.

O projeto Amor em Forma de Máscara, do Sesc Comunidade, realizou ainda a doação de máscaras para a Associação dos Haitianos do Rio Grande do Sul. A entidade recebeu 250 itens que foram produzidos pelos voluntários e 130 quilos de alimentos arrecadados em campanhas do sistema Fecomércio-RS/Sesc e da Rede Atacadão. A entrega foi feita pela assistente social Leila Anastácio ao presidente da associação, James Derson Sene Charles. Além de atender a imigrantes e refugiados, a entidade auxilia brasileiros em situação de rua e a comunidade do entorno da associação, localizada no bairro Floresta, em Porto Alegre. 

O Asilo Padre Cacique abriga atualmente 100 idosos entre homens e mulheres, sendo que em torno de 40% não possuem nenhum vínculo familiar e, por esta razão, dependem de uma relação afetiva com os funcionários e voluntários da instituição. O asilo foi fundado em 19 de junho de 1898, pelo padre baiano Joaquim Cacique de Barros, que já naquele século realizava obras assistenciais. Com o passar dos anos foi adequando-se às legislações da Política Nacional do Idoso, definindo seus cuidados a idosos a partir de 60 anos. Como as visitas foram suspensas neste momento em função da pandemia do coronavírus, uma forma de ajudar o asilo é com recursos financeiros e doações de alimentos. A prioridade é para alimentos, itens de higiene e limpeza, fraldas geriátricas e leite integral. As doações podem ser entregues na avenida Padre Cacique, 1178, no bairro Menino Deus. Mais informações pelo telefone (51) 3233.7571 ou pelo site (www.asilopadrecacique.com.br).


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895