Assistente que entregou arma a Baldwin quebra o silêncio: "Em choque e triste"

Assistente que entregou arma a Baldwin quebra o silêncio: "Em choque e triste"

David Halls admitiu que não havia conferido totalmente a arma

AFP

Assistente se manifestou pela primeira vez nesta segunda-feira

publicidade

O homem que entregou ao ator Alec Baldwin a arma que causou a morte da diretora de fotografia no set de filmagem do faroeste "Rust" expressou comoção e tristeza nesta segunda-feira, em suas primeiras declarações públicas desde a tragédia, que deixou Hollywood de luto.

David Halls, assistente de direção do filme, está no olho do furacão desde que admitiu, durante interrogatório feito pela polícia, que não havia conferido totalmente a arma que entregou a Baldwin antes do incidente que matou Halyna Hutchins.

Em comunicado enviado hoje ao jornal "New York Post", Halls disse estar "em choque e triste" com o ocorrido, mas não citou diretamente os tiros nem a sua participação na sequência de eventos. "Halyna Hutchins não era apenas uma das pessoas mais talentosas com quem já trabalhei, mas também uma amiga", escreveu. "Espero que essa tragédia leve a indústria a reavaliar seus valores e práticas, para garantir que ninguém seja ferido durante o processo criativo."

Juntamente com Hannah Gutierrez-Reed, Halls era responsável por manusear e conferir as armas no set, e por anunciar quando elas estavam descarregadas. Ele disse aos detetives que deveria ter confirmado que todas as balas do revólver eram falsas, mas não o fez, segundo informações incluídas nos mandados de busca que autoridades usaram para entrar no rancho Bonanza Creek, onde acontecia a filmagem.

Em seu comunicado, Halls também destacou que recebeu bastante "amor e apoio". "Meus sentimentos estão com todos que conheciam e amavam Halyna." A AFP procurou o advogado do assistente, mas não obteve resposta.

Veja Também

 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895