Atendimentos da Unidade Álvaro Alvim vão seguir no prédio do Hospital de Clínicas, em Porto Alegre

Atendimentos da Unidade Álvaro Alvim vão seguir no prédio do Hospital de Clínicas, em Porto Alegre

Instituição confirmou de forma definitiva que a antiga unidade será desativada e o prédio devolvido à União

Gabriel Guedes

Os atendimentos seguirão sendo feitos normalmente

publicidade

Por oito anos o Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) manteve na Unidade Álvaro Alvim (UAA) o serviço de Psiquiatria de Adição para dependência química. Mas em março, a pandemia acelerou os planos de fechamento do local – anunciada no final de 2019 -, com a transferência de profissionais e do próprio serviço para o prédio principal do (HCPA). Agora a instituição confirma de forma definitiva que a antiga unidade será desativada e o prédio devolvido à União. Os atendimentos seguirão sendo feitos normalmente.

A unidade, que possuía pelo menos 60 leitos, contava também com uma estrutura completa para internações e ambulatório. Mas no começo da pandemia, os serviços prestados na UAA chegaram a ficar reduzidos, com os profissionais também sendo deslocados para atender as demandas oriundas da pandemia de Covid-19.

Soma-se a isso ainda, os novos locais de atendimento dentro do HCPA, que acabaram gerando queixas de alguns dos pacientes da forma como atendimento vinha sendo prestado.  Mas de acordo com a assessoria de imprensa do hospital, a Álvaro Alvim não irá mais reabrir. 

O Serviço de Psiquiatria de Adição tem um programa que oferece tratamento para as fases agudas de dependentes químicos e acompanhamento posterior em um programa de recuperação em estágios, por equipe multiprofissional. Atende das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira no prédio principal do HCPA. Informações pelo telefone (51)3359-8000 ou no site da Psiquiatria de Adição. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895