Balanço de mortos em explosão de gás em mesquita em Bangladesh sobe a 24

Balanço de mortos em explosão de gás em mesquita em Bangladesh sobe a 24

O estado de 13 feridos é crítico, e algumas vítimas têm queimaduras em até 80% do corpo

AFP

Os investigadores suspeitam que a explosão foi causada por uma faísca no ar condicionado após uma queda de energia

publicidade

O número de mortos na explosão de gás na sexta-feira em uma mesquita em Bangladesh subiu para 24, informaram as autoridades neste domingo. Os fiéis estavam na oração noturna quando a explosão provocou uma bola de fogo na mesquita localizada no distrito de Narayanganj, segundo os serviços de emergência, que inicialmente relataram 16 mortos.

Oito outras pessoas – incluindo o imã e o muezim, que lideravam a oração – morreram nas últimas horas, elevando o número total de vítimas fatais para 24, disse Samantha Lal Sen, porta-voz do hospital de queimados de Daca. "O estado de 13 feridos é crítico. Algumas vítimas têm queimaduras em 70-80% do corpo", disse à AFP antes de informar que o número de mortes pode aumentar.

No total, 45 pessoas ficaram feridas, segundo a polícia. Os investigadores suspeitam que a explosão foi causada por uma faísca no ar condicionado após uma queda de energia. O presidente do comitê de investigação, Abdul Gafur, disse à AFP que a mesquita tinha problemas de canalização de gás há dias. Em Bangladesh, os edifícios muitas vezes violam as normas de segurança, com centenas de pessoas morrendo a cada ano neste país de 168 milhões de habitantes.

 

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895