Banco Mundial apresenta mais uma etapa para renovação do 4º Distrito em Porto Alegre
capa

Banco Mundial apresenta mais uma etapa para renovação do 4º Distrito em Porto Alegre

Estudo traz cenários para apoiar decisões em torno de uma estratégia de remodelação urbana e financiamento para a região

Por
Correio do Povo

publicidade

A terceira etapa do diagnóstico para renovação do 4º Distrito foi apresentada na manhã desta segunda, no Salão Nobre do Paço Municipal, com a presença do prefeito Nelson Marchezan Júnior e do vice, Gustavo Paim. O estudo é fruto de uma parceria entre Prefeitura, Banco Mundial e a consultoria Steer.  

Nesta fase do projeto, chamada de Plano de Investimento de Capital, foram apresentados ao governo municipal os investimentos estratégicos com potencial de induzir as transformações no 4º Distrito. Segundo o consultor do Banco Mundial, Fernando Franco, o estudo traz cenários para apoiar as decisões da Prefeitura em torno de uma estratégia de remodelação urbana e financiamento para a região. “O desafio é construir uma política pública integral”, afirma.

O território compreende os bairros Floresta, Navegantes, São Geraldo, Humaitá e Farrapos. Em novembro do ano passado, em viagem a Washington (EUA), Marchezan recebeu do Banco Mundial a confirmação de US$ 30 milhões para apoio a um plano de desenvolvimento do 4º Distrito. Os recursos deverão ser utilizados para a contenção de alagamentos, saneamento e mobilidade urbana. “Vocês estão de parabéns por esse estudo. O 4º Distrito tem um potencial enorme para mudar a cara de Porto Alegre”, diz.  

As próximas etapas do trabalho, que deve prosseguir até outubro, são de gestão e valorização do imobiliário e plano de ações, para que então o Banco Mundial conclua suas recomendações sobre políticas públicas para o território estudado. O vice-prefeito afirma que mudou sua visão sobre a região após o diagnóstico do Banco Mundial. “Essa leitura do 4º Distrito é muito importante”, enfatiza.