Bloqueio para obra do Dmae na rua Freire Alemão, em Porto Alegre, exige atenção de motoristas

Bloqueio para obra do Dmae na rua Freire Alemão, em Porto Alegre, exige atenção de motoristas

Previsão é de, pelo menos, 20 dias para a construção de um ponto de acesso à rede e duas bocas de lobo

Cláudio Isaías

Bloqueio na rua Doutor Freire Alemão ocorre entre as ruas Fabrício Pilar e Eudoro Berlink

publicidade

Pelos próximos 20 dias, os motoristas que circulam na rua Doutor Freire Alemão, no bairro Mont Serrat, na zona Norte de Porto Alegre, terão que redobrar a atenção porque haverá mudanças na circulação do trânsito em razão de obras. O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) realizará na região a manutenção da rede de drenagem. O trabalho está sendo feito entre os números 366 e 372, próximo à rua Tenente Coronel Fabrício Pilar.

Nesta quarta-feira pela manhã, a empresa terceirizada contratada pela prefeitura para a realização do serviço bloqueou a rua Freire Alemão, entre as ruas Fabrício Pilar e Eudoro Berlink, e colocou sinalização informando sobre o trabalho na via. As máquinas responsáveis pelo serviço de substituição de cerca de 26 metros da tubulação de um metro de diâmetro chegaram no final da manhã.

Também serão construídos um novo poço de visitas (ponto de acesso à rede) e duas bocas de lobo. A rede danificada acarretou em um grande buraco sobre a rede existente, gerando risco de queda para veículos e pedestres.

A previsão inicial da prefeitura de Porto Alegre é que os serviços durem 20 dias. O prazo vai depender das condições técnicas e do clima - em caso de chuva poderá ocorrer um prolongamento dos trabalhos.

Com a movimentação dos trabalhadores na rua Freire Alemão, os moradores do edifício Portal do Sol afirmaram que a via estava muito perigosa para quem circulava de carro e para os pedestres. O aposentado Marcelo Reis Schmidt disse que a comunidade estava preocupada de que pudesse acontecer um acidente em função da cratera que abriu na rua Freire Alemão. 

Em razão dos trabalhos, o trecho entre as ruas Eudoro Berlink e Tenente Coronel Fabrício Pilar terá acesso somente local para moradores, sem interferência no transporte público da região. Toda a operação será sinalizada com indicações sobre os desvios e ajustes podem ser feitos conforme o avanço dos trabalhos. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) vai monitorar o bloqueio na região.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895