Bombeiros confirmam uma morte em caverna que desabou em SP

Bombeiros confirmam uma morte em caverna que desabou em SP

Oito pessoas seguem desaparecidas, segundo Corpo de Bombeiros

R7

Pelo menos uma pessoa morreu em acidente envolvendo caverna

publicidade

O Corpo de Bombeiros confirmou, na tarde deste domingo, uma morte após o desmoronamento de uma caverna na cidade de Altinópolis (SP), na região de Ribeirão Preto, a 335 km de São Paulo. Outras oito pessoas ainda estão desaparecidas na chamada Gruta Duas Bocas.

A corporação corrigiu as informações iniciais e agora confirma que 28 pessoas faziam parte do grupo. Destas, 18 saíram ilesas do desmoronamento e passam bem.

Entre as dez pessoas restantes, uma foi socorrida pelos bombeiros com vida, outra foi encontrada morta e oito permanecem desaparecidas.

Acidente na madrugada

O desmoronamento aconteceu na madrugada deste domingo, durante um treinamento do curso de bombeiro civil. Trabalham na região para a remoção das vítimas ao menos 20 viaturas e uma equipe de 75 bombeiros. Equipes também foram deslocadas da capital paulista para o local.

Veja Também

O porta-voz do Corpo de Bombeiros de São Paulo, Major Palumbo, explicou que a corporação está no local desde o início da madrugada. Ele avalia que o resgate de todas as vítimas ainda vai levar "um bom tempo".

“O local é de difícil acesso e fica a cerca de 1km de distância do ponto onde temos que deixar as viaturas do nono grupamento de bombeiros. Esse tipo de ocorrência demora bastante (para ser encerrada), devido à dificuldade de acesso e da estratégia para a retirada das vítimas”, afirmou.

A gruta Duas Bocas possui 28 metros de altura e cerca de 350 metros de galerias. É uma das principais atrações turísticas do Nordeste paulista e está situada na estrada vicinal Arlindo Vicentini.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895