Cacique Raoni permanecerá internado devido a novas úlceras

Cacique Raoni permanecerá internado devido a novas úlceras

Internação foi adiada por tempo indeterminado após novos exames indicarem úlceras intestinais e inflamação no cólon

AFP

Médicos farão uma biópsia, bem como exames complementares

publicidade

A alta do cacique Raoni Metuktire, prevista para esta semana, foi adiada por tempo indeterminado, após novos exames indicarem úlceras intestinais e inflamação no cólon, anunciou nesta quinta-feira o hospital Dois Pinheiros, localizado em Sinop, Mato Grosso, onde o líder indígena, de cerca de 90 anos, deu entrada no último sábado.

Os médicos farão uma biópsia, bem como exames complementares. "O resultado irá nos ajudar a descobrir a causa dessas alterações intestinais, para podermos prosseguir com o melhor tratamento", explicou o médico Douglas Yanai, que assinou o boletim.

O líder indígena foi hospitalizado na última quinta-feira, em Colíder. No sábado, foi transferido para Sinop, onde recebeu o diagnóstico de úlceras gástricas e infecção intestinal. Os exames para Covid-19 deram negativo.

Os sintomas de Raoni começaram no fim de junho, após a morte de sua mulher, Bekwyjka, vítima de derrame cerebral.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895