Cais Embarcadero será inaugurado em setembro

Cais Embarcadero será inaugurado em setembro

Empreendimento nas proximidades da Usina do Gasômetro representa "marco zero" do Cais Mauá e foi apresentado nesta segunda-feira

Jessica Hübler

Cais embarcado será inaugurado em setembro.

publicidade

Previsto para ser inaugurado em setembro, o Cais Embarcadero foi apresentado nesta segunda-feira e é o empreendimento que representa o “marco zero” do Cais Mauá, no Centro de Porto Alegre. A iniciativa será desenvolvida nas proximidades da Usina do Gasômetro, com o objetivo de aproveitar o movimento da Orla do Guaíba. Com área total de 19 mil metros quadrados e investimento  privado de R$ 6 milhões, o Embarcadero terá pelo menos sete espaços com atividades diferentes, entre eles um estacionamento dividido em duas áreas, com pelo menos 700 vagas, além de um núcleo gastronômico, uma área de “praia” e contemplação do Guaíba, um parque para as crianças, quadras esportivas, entre outras atrações.

Segundo os investidores, para a concepção do projeto, foram feitas pesquisas em docas de diferentes partes do mundo, com referências de lugares como Barcelona, Lisboa, Gênova e Brooklyn, em Nova York. “É o primeiro passo concreto que a gente entende para o novo momento do Cais Mauá”, afirmou o sócio diretor da LAD Capital, gestora do fundo investidor no Cais Mauá do Brasil, Luiz Felipe Favieri, durante o evento de apresentação do  Embarcadero, realizado no final da tarde desta segunda no Pavilhão A7 do Cais.

O encontro foi promovido pela DC SET Promoções e pela Tornak Participações, responsáveis pelo projeto. “O Embarcadero vai acontecer concomitantemente com a reforma dos armazéns. É uma primeira ação que idealizamos para abrir  para a população de Porto Alegre, é uma estratégia que montamos também para mostrar o que é o Cais e atrair novos investidores”, reiterou Favieri.


Novo espaço deverá ter diversas opções de lazer, entre a Usina do Gasômetro e os armazéns do porto | Imagem: Reprodução

Conforme ele, o Embarcadero não é o projeto do Cais Mauá. “São coisas totalmente diferentes. Devemos ainda, com certeza este ano, nos próximos três meses dar entrada do projeto na Prefeitura. Para não ficar ocioso, bolamos essa estratégia”, reiterou, lembrando que a estrutura do Embarcadero é provisória. Conforme o diretor da Tornak, Fernando Tornaim, o Cais é um dos pontos mais emblemáticos do Estado e, por conta disso, ele é tão desejado e também gera tantas polêmicas. “A única maneira de resolver é começar, é dar o primeiro passo, é ter o marco zero e a partir daí criar um círculo virtuoso para trilhar um caminho de lá na frente ter um Cais inteiro funcionando”, afirmou. Para o sócio-diretor regional Sul da DC Set, Eugênio Corrêa, é uma honra participar “de um grande marco do entretenimento da cidade”. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895