Campanha da vacinação contra gripe abre para grupos prioritários nesta segunda
capa

Campanha da vacinação contra gripe abre para grupos prioritários nesta segunda

Em Porto Alegre, 134 salas de vacina recebem o público de segunda a sexta-feira

Por
Rádio Guaíba

Crianças, gestantes, idosos, indígenas e entre outros são prioridades na vacinação contra gripe

publicidade

A exemplo do resto do Brasil, as 134 salas de vacina abertas da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre passarão a atender todos os grupos prioritários da campanha de vacinação contra a gripe. Além de crianças, gestantes e puérperas até 45 dias após o parto (que já vinham sendo imunizadas), idosos, professores, indígenas, trabalhadores da saúde e pessoas com comorbidades (doenças preexistentes) devem procurar os postos de saúde.

A 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra gripe (influenza) se estende até 31 de maio. De 10 a 17 de abril, foram vacinadas, em Porto Alegre, cerca de 9,7 mil crianças entre seis meses e menos de seis anos e gestantes. Em todo o Rio Grande do Sul, foram 90 mil.

Em Porto Alegre, o atendimento ocorre em dias úteis, de segunda a sexta-feira. O horário varia: unidades de saúde atendem das 8h às 17h; a Clínica da Família, na Restinga, das 8h às 20h; e a US Rubem Berta, no bairro Rubem Berta, zona Norte, atende das 7h às 22h. As quatro unidades de saúde com horário estendido (São Carlos, Ramos, Tristeza e Modelo) atendem das 8h às 22h. O Dia D está marcado para 4 de maio, sábado.

De acordo com dados registrados no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), até o dia 17 foram vacinadas 8.045 crianças e 1.691 gestantes. O número corresponde a 9% da meta prevista para crianças e 12% para as gestantes.

Cerca de 615 mil doses da vacina devem ser destinadas a Capital, até o fim da campanha, para atender os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Até o momento, a SMS recebeu 295 mil doses da vacina da Secretaria Estadual da Saúde.